Morning Sun - 14º Capítulo


                                                       Era o Justin.

Eu: Seu bobo me assustou. – disse virando e olhando pra piscina.

Justin: Nossa, sou tão feio assim? – disse se sentando do meu lado.

Eu: Um pouco vai, um pouquinho só, quase nada. – rimos.

Justin: Você me confunde demais. – disse me olhando.

Eu: Você que é lerdo demais pra me entender. – rimos.

Justin: Está sem sono é? - disse sorrindo me olhando e em seguida olhando pra baixo.



Eu: Sim, resolvi vim pra cá pra pensar um pouco. - disse olhando pra minha mão.

Justin: E eu posso saber no que tanto pensa?

Eu: Em tudo o que está acontecendo, eu aqui em Atlanta, no meu pai.

Justin: O que aconteceu com seu pai? Me desculpa perguntar.

Eu: Meu pai e minha mãe são separados, meu pai mora em Los Angeles, e é bem raro eu ver ele, as vezes eu vou nas férias pra lá, mais nem é sempre que eu vou. Eu queria muito que eles ficassem juntos novamente, seria tão perfeito. Eles se separaram quando eu era pequena ainda, e quando eu fico pensando nisso eu acabo tento uma conclusão de que eu fui a culpada disso. – um lágrima escorreu, e o Justin a limpou.



Justin: Não se sinta assim. Meus pais são separados também, e sabe eu perdi a esperança de que um dia eles ainda irão voltar. Eles tão se separaram quando eu era pequeno como eu te disse, e eu também achei que o motivo fui eu, mais não foi. Eu pensava muitas coisas negativas, e isso me fazia mal, e agora você também está passando pela mesma coisa que eu passei, e eu sei o quanto difícil é, mais você ainda tem chances deles dois voltarem aliás, sua mãe é solteira, e seu pai também. Então, não fica mal por causa disso, sorria. – disse me olhando. 

Eu ouvia atentamente tudo o que ele me falava, e ele tinha razão.

Eu: Eu sei, eu penso coisas negativas demais. Mais nem tudo é na base do positivo, sempre tem aquelas coisas que tão erradas. Eu perguntei pra minha mãe, uma vez o porque deles ter terminado, ela falou que era porque não estava dando mais certo, e preferiram seguir caminhos diferentes, mais eles ainda são amigos. Mais eu sinto que minha mãe ainda o ama, como ele também a ama, porque uma vez eu estava no shopping com o meu pai, e ele chamou o nome da amiga dele de Viviane, o nome da minha mãe, sendo que o nome da amiga dele era Katy. E eu já vi minha mãe chorando em silêncio no quarto dela, com fotos deles dois juntos. E isso me da esperanças, e também me faz sentir culpada. – ele ouvia tudo atentamente. – Me desculpa por está desabafando essas coisas com você. Me desculpa mesmo, você deve ter coisa melhores pra pensar, e eu aqui contando sobre o que eu penso e meus problemas.

Justin: Não precisa se desculpar, você faz parte da Team Bieber, e querendo ou não da minha vida. Porque a Team Bieber é minha vida, e eu estarei aqui pra te ajudar, eu sou seu amigo agora, iremos conviver juntos, temos que ter confiança um no outro, e um ajudar o outro, e eu vou te ajudar em tudo o que você precisar, ta? E não fica se sentindo mal, você não deve ficar pensando nisso, que você foi a culpada deles ter se separado, aliás, isso nem a desculpa pra eles ter terminado, você é o fruto do amor deles dois. – sorri com o que ele disse. – Eles não podem simplesmente te culpar. Você é linda Megan, não digo isso porque sou o Justin Bieber o garoto um pouco safado e anormal – rimos -  mais sim porque sou o Justin Drew Bieber, e eles tem que ter orgulho da filha que eles tem, porque você é maravilhosa.

Eu simplesmente estava sem palavras. Ele me deixou completamente sem fala, sem reação. Como ele consegui ser tão perfeito assim?

Eu: Eu não sei o que dizer. – rimos. – Você me deixou totalmente sem palavras e sem reação.

Justin: Eu tenho esse poder com as garotas. – rimos.

Eu: - bati de leve no seu braço – Nem é convencido. – rimos.

Escutem essa parte ouvindo Down To Earth

Justin: Olha vou te falar uma coisa. – disse se virando pra mim, e olhou em meus olhos. - 
As vezes a gente acha que tudo que acontece de errado em nós ou até mesmo na família, é culpa nossa. Não devemos pensar assim. Eu pensei muitas vezes que eu fui o culpado da separação dos meus pais, e eu sofri demais com isso, e o único jeito de me livrar daquela dor foi colocando tudo o que eu estava sentindo pra fora, por isso eu compus uma música, não sei se você conhece, se chama “Down To Earth” . – assenti e ele continuou - Eu tinha que manter meus pés no chão, eu tinha que seguir em frente, e entender que não existe mais um casal entre meu pai e minha mãe, eu tinha que entender que realmente acabou, e com o tempo eu fui entendendo tudo isso, não vou negar, mais eu queria eles juntos, as vezes eu choro só de pensar que eles nunca mais vão voltar, que minha mãe vai conhecer outro cara, que não é a mesma coisa que meu pai, mais eu tenho que entender. Ver as pessoas que você ama se separando, não é uma coisa boa, eu sei o que você sente, mais não perde as esperanças, como eu mesmo digo para mim mesmo, para meus fãs e para as pessoas que costumam desistir de muitas coisas, o meu lema .. – eu lhe interrompi.

Eu: Never Say Never. – rimos.

Justin: Pra quem disse que não é minha fã, sabe muita coisa até. – rimos. – Mais como eu estava dizendo, você não deve perder as esperanças, se você quer uma coisa, você tem que lutar por ela, porque nada vem até nos, você tem esse sonho de ser cantora, e olha, está se realizando, porque? Você simplesmente não desistiu disso, você correu atrás, deu o seu melhor pra isso, e o Scooter, e todos aqui reconheceu o seu talento, e você está realizando o seu tão sonhado sonho de ser cantora. Porque desistir agora de que um dia o seu outro sonho de ver seus pais juntos não pode se realizar? Se existir amor entre eles dois de verdade, eles vão ficar juntos, agora se não houver, e os dois preferirem continuar seguindo os caminhos totalmente diferentes, você terá que entender. Aliás, eles fazem isso porque acham que é o melhor pra eles, e o que resta pra você é entender.

Fiquei o olhando sem piscar, e pasma com tudo o que ele me disse. Ele tinha razão, totalmente. Eu estava sendo tão ingênua, tão infantil, achando coisas que não tinha nada haver, as coisas que o Justin me disse me fez refletir, eu estava simplesmente me julgando de uma coisa que a culpada não era eu, e como ele mesmo disse eu não devo perder as esperanças, mais se um dia meu pai ou minha mãe chegarem em mim e falar, que não a mais nada entre eles dois, e eles preferirem seguir caminho diferentes eu vou ter que entender, aliás, é mais do que minha obrigação isso. Eu quero ver eles dois felizes, juntos ou não.

Eu: Além de cantor, bom ator, compositor, você é um ótimo conselheiro. Você realmente é uma pessoa de 1001 utilidades. – rimos.

Justin: Esqueceu de lindo, gostoso, e extremamente perfeito. – rimos mais ainda.

Eu: E convencido demais. – rimos – Justin, obrigada ta? Mesmo nem me conhecendo muito, me ajudou bastante com essas palavras. Não imaginaria Justin Bieber, me dando conselhos, e olha que são os melhores. – disse olhando ele.

Justin: - ri – Não precisa agradecer, como eu disse você agora faz parte da Team Bieber, e a Team Bieber é uma parte da minha vida, sempre que você precisar de alguma coisa, saiba que pode contar comigo.

Ri e abaixei a cabeça.

Justin: O que foi? – disse me olhando.

Eu: Nada ué. – disse olhando pra piscina.

Justin: Fala logo se não eu te jogo na piscina. - disse rindo.

Eu: Pode parando. Não é nada, você apenas pareceu uma menina falando desse jeito, entendeu? Pareceu a minha amiga falando. – rimos.

Justin: Nossa amiga, eu apenas quero ajudar, ok? – disse imitando um gay.

Eu ri demais, como ele consegui ser tão idiota?

Eu: Nossa agora definitivamente eu te considero um gay. – disse me levantando e rindo.

Justin: Como é que é? – ri – Você me chamou do que? – disse se aproximando de mim.

Eu: É surdo também? – disse indo pra traz e rindo.

Justin: Não sou surto, eu ouvi muito bem o que você disse. Mais eu queria ouvir de novo. Então quer dizer que eu estou parecendo um gay? – disse ainda se aproximando de mim.

Eu: - ri – Não, eu disse que você era gay por causa sua imitação. – disse encostando na parede.

Pronto, me ferrei agora. – pensei.

Justin: Não sei porque mais eu não acreditei nisso, vou te mostrar quem é o gay aqui. – disse bem próximo de mim.

Eu fiquei olhando em seus olhos, eles me prende a ele, são tão hipnotizantes.

Eu: Para de ser idiota. – disse emburrando ele.

Justin: - ri – Boba você viu.

Eu: Nossa me ame menos, por favor. – rimos. – Bom, vou ir dormir, aliás, temos que acordar cedo amanhã, se é que você ainda lembra que tem compromisso amanhã junto comigo.

Justin: Claro que eu me lembro. O difícil é acordar cedo mesmo. – rimos.

Entramos pra dentro de casa, e seguimos cada um para o seu quarto. Ele fez questão de me deixar em frente ao meu quarto, como se fosse tão longe do dele.

Justin: Está entregue. – rimos.

Eu: Bobo. - rimos - Bom, muito obrigada pela conversa de hoje ta? Você me ajudou muito. De verdade, você me fez ver uma coisa que eu não estava conseguindo ver, e simplesmente me culpando e me julgando. – sorri.

Justin: - sorri – Não precisa agradecer, como eu te disse, pode sempre contar comigo, ta?

Abracei ele forte. E beijei sua bochecha.

Eu: Boa noite. – sorri.

Justin: Boa noite.

Entrei no quarto, com todo cuidado do mundo, minha mãe estava num sono tão profundo. Deitei, coloquei meu celular para despertar as 7:00 da manhã, e pensei mais em algumas coisas, será que se eu não tivesse emburrado ele, sei la, ele me beijaria? É claro que não, como posso pensar uma coisa dessas? Ele namora, e ele é fiel a ela, acho que ele não séria tão imaturo a esse ponto de trair ela, ainda mais comigo. Fechei os olhos e dormi.

                                                             (...)


Continua... 10 comentários. 

Oi meu amores, como vocês estão? Fiz um capitulo grande pra vocês, o que acharam? Não esquecem de votar aí, se gostaram ou não. Sinceramente? Eu adorei escrever esse capitulo aqui, sério. Eu não parava de escrever, e deu nesse capitulo grande, aliás, vocês merecem. Vocês estão gostando, tem alguma sugestão? Se tiverem pode falar. 
Sejam bem vindas novas leitoras. 

Divulgando: 

http://imaginebeliebersdojerry.blogspot.com.br/




13 comentários, comente também!

  1. primeiro comentário? Aww, está perfeito flor. Continua logo :)
    @ISwaggie1D_

    ResponderExcluir
  2. aai que fofo, muito lindo esse capitulo
    foi romanticoo !
    continua !! beijoos !

    ResponderExcluir
  3. olá,sou leitora nova e estou AMANDOOOO.
    eu simplismente amei esse capitulo,acho que esse cap foi um dos melhores.
    Sabe,eu tenho pais separados e eu pensava que o motivo da separação era realmente eu,mas agora com essas coisas que você escreveu eu fiquei pensando e talvez eu esteja errada. sei lá.

    enfim HSYAGSYAG nem sei porque to escrevendo isso.. mas eu realmente amei... e
    CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    beijos.Fernanda (:

    ResponderExcluir
  4. owwn eles são tão fofos, poxa ela nem podia ter empurrado ele. ;/. k Tá tudo perfeito, não tem que mudar nada na história -na minha opinião-. Continua logo :)

    ResponderExcluir
  5. amr, n coloca gifs!! pfv é q é melhor deixar agt imaginar.. mas a ib é sua e vc faz oq quiser né
    enfim.. CONTINUA

    ResponderExcluir
  6. Perfeitoo.. :) Continuua s2
    Tá Tudo lindo

    ResponderExcluir
  7. AAAAAAAAAH QUE LINDOS (((((: CONTINUA TU ESCREVE MUITO BEM QUE PERFEITO

    by: renata

    ResponderExcluir
  8. Amei. Continua

    By : Leticia R.

    ResponderExcluir
  9. Andressa / @Belibers_BR3 de agosto de 2012 12:48

    Nss, tô amando essa #IB sério msm *-* Bem q vc podia fazer capítulos BIGs sempre ;)

    ResponderExcluir
  10. Ahhhhhhhh ficou bom.. Joga o cabelo porque vc é diva! Kkkk bj linda

    ResponderExcluir
  11. AAAAAAAA VC É PERFEITA ESCREVE MT BEM ESTOU AMANDO SUA IB BIA - laura

    ResponderExcluir
  12. Awnn, que perf >< continua logo!
    Gih ;*

    ResponderExcluir
  13. eu sou leitora nova mais já tinha ouvido sobre IB e comecei a ler e estou adorando , esse capitulo tá perfeito

    ResponderExcluir

Obrigada por terem lido. Espero que tenham gostado. Comentem o que acharam, opiniões e sugestões de vocês são muito importante para mim. Até mesmo as críticas. Tudo aqui é bem vindo (: Quero poder fazer o melhor para vocês. Aliás, vocês merecem.

Seus comentários me estimula a escrever/postar mais. >.<

Se for comentar em anônimo, por favor, coloque o nome, ou se tiver twitter melhor ainda. Muito obrigada. *-*

xoxo, bia vieira. ♥