I Wish ♡ - Capitulo 9

  

 Jesy Narrando.

Acordei com o celular despertando. Me levantei cambaleando e fui tomar um banho quentinho, me despi de baixo da água e deixei a água quente cair sobre o meu cabelo. Depois de uns minutos, sai com um roupão, sequei meu cabelo e o prendi como um rabo de cavalo. Peguei meu vestido e o salto, foda-se se não podia ir de salto, eu nunca obedeci mesmo. Vesti e fiz um maquiagem leve, coloquei meus brincos e o meu cordão e o meu óculos, peguei meu material meu celular, e desci. Só estava a cozinheira acordada. Peguei uma maça e sai. Entrei no carro e o liguei. Esperei uns minutos e sai de casa e fui buscar a Mari. Por um milagre total, ela estava na porta me esperando, ela sorriu e entrou no carro. E fomos em direção a escola 

- Bom dia pra você também - ela disse com um tom de raiva na voz
- A empregada vez oque ? - perguntei
- VOCÊ ACREDITA QUE ELA COLOCOU MINHA CALCINHAS SEM ESTAR NA ORDEM ? - ela estava gritando e descontrolada 
- huum - mordi a maça e comecei a prestar atenção no transito novamente
- af - ouvi ela bufar e ficar em silencio 

Minutos depois chegamos a escola. Estacionei o carro e ela desceu e foi falar com os garotos, fui caminhando atras dela. 

- E ai gata - Chris piscou pra mim 
- Vai se foder  mostrei o dedo do meio pra ele
- Ta de mal humor é ? - Justin perguntou com um sorriso sínico no rosto. 
- Quer que eu mande você ir se foder também? 
- Não ta mais aqui quem falou - ele levantou as mão se rendendo 
- Vamos? - Olhei pra Caitlin
- Aham 
                             Estávamos a caminho da sala quando uma nerd esbarrou em mim. 
- Ta com o olho no cu caralho
- N-não, me desculpe - ela pegou o óculos dela que avia caído.
- Imprestável - falei entre os dentes e sai andando 

Sentei no lugar de sempre. E a aula começou . 
[...] 

Estava no intervalo, todos nós estávamos sentados na mesa, Justin se levantou e deixou o celular em cima da mesa. Como eu sou fofoqueira, peguei, mais quando desbloqueei pedia a senha. Olhei pra Ryan que me observava. 
- Qual é a Senha - perguntei
- Não posso dizer - ele voltou a comer
- Fala agora porra
- Não
- Vai dizer não ? - peguei a faca e o ameacei. 
- Calma caralho, eu não posso dizer   - ele abaixou a cabeça
- Porque ? 
- Porque não. 
- Chrissssssssss - olhei pra ele que estava sentado do meu lado, ele iria se levantar mais eu o segurei pela calça fazendo-o ele se sentar novamente. 
-  Eu não posso dizer. 
- Mais que porra de senha é essa que não pode me dizer?
- É porque é seu nome - eu olhei pra ele e tampou a boca, Ryan e Chaz fuzilaram ele com os olhos.
- M-Meu nome ? - perguntei sem reação. 
- Sim - Chaz se rendeu, já avia descobrido mesmo - mais não diga que nós contamos pra você, finja que você descobriu. 
- HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUM - Marina finalmente disse algo - porque sera seu nome? 
- Sei lá - Coloquei a senha com o meu nome e foi, ual. Porque sera? Eu iria ver as fotos só que alguém pegou o celular da minha mão por trás.
- Ei - Justin resmungou 
- Pelo amor de Deus, qual é o problema de eu mexer no seu celular? Tem porno ai? E porque sua senha é meu nome ? 
- Problema nenhum, - ele fez algo lá e me devolveu o celular 
- Ta mais você não me disse o porque da sua senha ser meu nome.
- Porque eu acho que - ele deu uma pausa mais depois continuou - eu acho que ninguém iria descobrir - ele voltou a se sentar.
- Hum - Voltei a mexer no celular e fui ver a fotos, tinha um álbum que estava trancado, huuuuum, cliquei pra tenta descobri a senha, mais fail total. Olhei pra ele e ele me olhava com um sorriso encantador. Sorri de volta e nós ficamos trocando olhares o tempo todo. Quando o sinal tocou, ele se levantou me olhando ainda. Peguei meu suco dei um ultimo gole e joguei fora e sai andando. 

[...]
Estávamos na minha casa, Eu, Caitlin e Marina. 
- Arg - disse me olhando no espelho e apertando minha bunda - olha isso, você viu a nova garota da escola ? Ela é alta, tem bunda e peitos maiores que eu, não pode. Vou entrar na academia, minha bunda vai aumentar. 
- Também preciso entrar. - Caitlin foi se olhar no espelho.
- Desejo ser alta, Desejo seu rápida. Desejo poder fazer comprar com um saco cheio de dinheiro. Porque eu preciso ter tudo isso pra conquistar os garotos. Desejo ter mais estilo. Desejo ter mais brilho que nem a Jesy. Desejo acordar um com um bundão e com peitões. Porque é disso tudo que eu preciso - disse Marina com os olhos  fechados. Caitlin olhou pra ela e ela começou a rir e eu a acompanhei na risada. Bateram na porta. Eu abri e um segurança segurava um saco de dinheiro. 
- Valeu, joga ae. 
- UM DOS MEUS SONHOS SE REALIZOU - ela deu um pulo da cama abraçando  o saco de dinheiro - 
- Sai dessa, é pra nossa casa - Caitlin tava quase se mijando de rir . - Respira menina. - eu comecei a rir e me sentei no chão. 
- Me sinto observada - Caitlin parou de rir e ficou seria. 
- Estamos te olhando - disse como se fosse obvio . 
- Não, não vocês, outro alguém. 

Fui ate a sacada, e vi as folhas da arvore que tinha na casa vizinha se mexerem . Observei bem e tinha dois garotos se escondendo. 

- São dois garotos - disse com ódio nos olhos - já sei. Mari, dese e pega a mangueira e passa aqui por cima. okay? 
- Jáe - ela desceu e pegou a mangueira e passou pela sacada, pedi que ela ligasse o máximo possível, Ela subiu correndo pra não perder a cena, mirei a mangueira na arvore e um jato de água foi com tudo em cima dos garotos fazendo eles caírem da arvore. 
Eles me olharam de lá de baixo com uma cara nada boa. Mirei a manguei pra eles de novo fazendo que a água caísse na cara deles. Eles sairão correndo pulando o muro da vizinha. Mandei o segurança desligar a mangueira. Ele desligou e eu a soltei, e cai de bunda no chão de tanto rir. Com certeza se machucaram com aquela queda, foi demais. 
- Enfim,vamos falar do nosso projeto. 

Justin Narrando. 

Cheguei em casa, batendo a porta com tudo e me jogando no sofá. Minha mãe apareceu pra ver quem era. 
- E ai meu filho, como foi seu dia - ela perguntou se sentando na poltrona 
- EU NÃO AGUENTO MAIS - disse tacando a mochila na parede 
- Ta difícil né ? - ela perguntou preocupada
- Demais - fiz uma cara triste e ela veio e me abraçou - eu preciso dizer a ela, quem eu sou. Hoje ela quase me descobriu, por causa do babaca do Chris que disse a senha do meu celular. MEU CELULAR - levantei assustado - ONDE TA , ONDE TA - passei as mãos no bolso e procurei na mochila, arg. Não acredito, ela levou meu celular pra casa.

Jesy Narrando.
As garotas já aviam ido embora, ouvi um barulho estranho, de celular tocando. Olhei o meu, não era, olhei minha mochila e vi que o celular de Justin avia ficado comigo. Vou tomar um banho e levar pra ele. Tomei um banho e vesti uma roupa básica. Peguei o celular e desci. Hum, olha esse cheirinho de comida. Depois eu vou jantar. Sai de casa e atravessei a rua. A casa dele é linda, bem grande e tinha um segurança na frente. Toquei a campainha duas vezes e logo depois ele apareceu. Quando me viu ele sorriu e eu sorri de volta. 

- É, vim te trazer isso - entreguei o celular dele -  me desculpe, eu levei comigo e nem percebi
- Obrigado - ele me deu um beijo na bochecha - pensei que tinha perdido. Quer entrar? 
- Claro, - sorri e entrei. Vi uma moça passar correndo pra cozinha - era sua mãe ? 
- Não - ele disse meio nervoso - , era a empregada, minha mãe não esta em casa
-  Hum, entendi, mas na verdade, eu entrei pra te pedir uma coisa. Você fez o dever de hoje ? 
- Sim
- Posso dar uma olhadinha ? 
- Claro - ele sorriu e pegou o caderno e a mochila que estava no chão - 
- Obrigada, - peguei o caderno e fui folheando - 
- Quer beber algo ? 
- Hum não obrigado, Justin, aonde fica o banheiro? - precisava ver o estado do meu cabelo - 
- Você sobe aqui, terceira porta a direita . 
- Tudo bem, já volto, procura  parte de Matemática ai. 

Subi as escada, a casa era enorme, porém a minha era um pouco maior. Hum, terceira porta a direita. Direita, direita, af, esqueci oque direita e esquerda, vou entrar nessa. Entrei e era o quarto do Justin, eu ia sair, mais a curiosidade falou mais alto. Entrei e fechei a porta. Olhei tudo, e tinha uns quadros por ali. Peguei um quadro, essa, essa é a tia Pattie e o Justin pequeno. Eu estava tremula , não estava acreditando em oque estava vendo. Peguei outro quadro que tinha uma foto minha pequena com o Justin. Dei um grito deixando o quadro cair e se quebrar em pedacinhos. Justin apareceu na porta chocado com oque estava vendo. 
- Jesy, calma, calma - ele tentou se aproximar de mim mais eu me afastei 
- Você, você é o Justin, o meu Justin - senti meus olhos queimarem e logo depois as lagrimas rolando sobre o meu rosto. 




ei ei ei gente UHSAUHSAUHSAUHSAUHSA, dos paranauê u-u 
obg pelos comentários (: 
Hum, bom, terça eu posto mais um ta ? Ou se tiver tempo amanha, eu posto outro se tiver uns 5 comentarios. Tudo bem? Comentem Comentem GO. 

( Roupa que a Jesy foi pra casa do JB - Clique aqui. )
( Roupa que Jesy foi pra escola - Clique aqui. )



8 comentários, comente também!


  1. AHHHHHHHHHHHHHHH, CONTINUA LOGO PORFA

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, continua porfa. ai to tendo um heart attack, a Jessie é tonta, demorou demais pra perceber

    ResponderExcluir
  3. Até que enfim ela descobriu, não aguentava mais
    Continua, pfto

    ResponderExcluir
  4. Que legal, eu adorei
    Tem vaga para escrever ai no blog?

    ResponderExcluir
  5. Que perfeito *--*
    Continua!!
    -Samy

    ResponderExcluir
  6. Ai mds, continua logo plmdds, tá perfeito

    ResponderExcluir

Obrigada por terem lido. Espero que tenham gostado. Comentem o que acharam, opiniões e sugestões de vocês são muito importante para mim. Até mesmo as críticas. Tudo aqui é bem vindo (: Quero poder fazer o melhor para vocês. Aliás, vocês merecem.

Seus comentários me estimula a escrever/postar mais. >.<

Se for comentar em anônimo, por favor, coloque o nome, ou se tiver twitter melhor ainda. Muito obrigada. *-*

xoxo, bia vieira. ♥